09/09/2016

322. Sexta-feira da 23.ª Semana do Tempo Comum (P) - A cegueira dos hipócritas


Cegos guiados por cegos
Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. 

Meus queridos irmãos e irmãs, Jesus nos fala hoje da cegueira espiritual causada pela soberba. É a cegueira dos hipócritas. Veja, aqui Jesus entra claramente em polêmica com os líderes religiosos da sua época, para denunciar uma cegueira, uma incapacidade de guiar as pessoas se você não enxerga você mesmo na luz da verdade. Em termos espirituais, o que nós podemos dizer aqui é que Jesus está denunciando a falta de de humildade e está denunciando a cegueira criada pela soberba. Vamos entender por quê. 

Bom, em primeiro lugar, porque somente a virtude da humildade, é que crava os nossos pés no chão da Verdade, a visão verdadeira de nós mesmos, seres humanos, é sempre necessariamente uma visão de quem se humilha diante de Deus, de quem se coloca como pequeno diante de Deus. Já o contrário, a soberba é capaz de causar uma espécie de delírio, em que a pessoa enxerga a si mesmo como uma enormidade, ou seja, fora da norma, uma realidade que mostra que nós somos melhores que os outros e por isso podemos olhar os outros de cima para baixo. Essa é a característica mais específica da soberba, achar-se superior, então, eu já me coloco na posição de pastor, guia, mestre e senhor. 

Na realidade, a coisa funciona exatamente ao contrário, ou seja, se nós quisermos guiar as outras pessoas para Deus, a primeira coisa que eu preciso, é me humilhar diante de Deus e me colocar diante da verdade, da minha capacidade, da minha impotência para isso e deixar-me guiar para Deus. Deixar-me guiar por Deus, como? Bom, nós temos tantos meios para que Deus nos guie. Os ensinamentos da Igreja, os exemplos dos santos, e assim, quando eu me faço discípulo, me deixo modelar, necessariamente eu me transformo em alguém que termina liderando os outros. 

Sim, existe aqui uma virtude típica do líder, do verdadeiro líder cristão, é a virtude da humildade, não somente da humildade, onde eu vejo os meus defeitos e estou disposto a deixar que Deus os trabalhe, mas uma vez que eu entro nesse processo de transformação interior, eu também tenho a humildade de servir aos outros, para que eles descubram sua verdadeira vocação, descubram a verdade, que nos tornam humildes diante de Deus, e então assumam o grande projeto que Deus tem para eles. 

Nesse sentido, então, a humildade cristã, não esmaga as pessoas, mas, ao contrário, as exalta, como? Fazendo com que descubram a sua vocação e isso faz com que a vocação divina, que nos exalta verdadeiramente, se realize. É a virtude da magnanimidade. Então, como é diferente o líder cristão, vamos olhar para os exemplos dos santos: são sempre pessoas humildes, que se deixam moldar por Deus, profundamente obedientes, que sabem trabalhar os seus defeitos e por isso terminam arrastando atrás de si uma multidão. 

Não é a toa que quando a pessoa se decide verdadeiramente para a santidade, o inferno treme e as forças dos demônios vêm contra aquela pessoa, porquê? Porque os demônios sabem que ninguém se santifica sozinho. Quem entra humildemente na luz da Verdade de Deus e entra nesse caminho de transformação interior e de santidade, esse sim, é o verdadeiro guia, não é um cego que guia outros cegos, mas é alguém que, pela luz divina, termina arrastando uma multidão para o céu. 

Deus abençoe você. 

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. 

Acima texto transcrito do vídeo:

Texto do site:

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc 6, 39-42)

Naquele tempo, Jesus contou uma parábola aos discípulos: "Pode um cego guiar outro cego? Não cairão os dois num buraco? Um discípulo não é maior do que o mestre; todo discípulo bem formado será como o mestre. Por que vês tu o cisco no olho do teu irmão, e não percebes a trave que há no teu próprio olho?

Como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho, quando tu não vês a trave no teu próprio olho? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás enxergar bem para tirar o cisco do olho do teu irmão".


Entrando em acérrima polêmica com os líderes religiosos de Israel, Jesus nos fala hoje a respeito dacegueira que é fruto da soberba. O Senhor denuncia aqui a incapacidade de eles conduzirem com retidão o povo que lhes foi confiado, justamente por serem incapazes de olhar para si mesmos, ou seja, são gente sem humildade, que anda com os olhos vendados para os próprios defeitos e imperfeições. Porque uma visão realista e sensata sobre a própria condição, o homem só pode tê-la se, humilhando-se diante de Deus, reconhece ser pecador, ser alguém pequeno, que não pode arvorar-se a mestre e guia de ninguém.

O orgulho, pelo contrário, causa um como que delírio no espírito humano, pois é típico do soberbo achar-se uma "enormidade", alguém que está acima da norma, e que por isso olha os outros de cima para baixo, à maneira de quem, do alto de sua cadeira, julga e despreza o populacho. — "Hipócrita!", é a palavra que o Senhor dirige a estes que, sem tirar primeiro a trave do próprio olho, pretendem tirar o cisco do olho de seu irmão.

O verdadeiro pastor, no entanto, é aquele que se deixa pastorear; é aquele que, para levar os outros a Deus, sabe que é ele, em primeiro lugar, que precisa ser conduzido ao trono da graça. Só pode ser mestre, pois, quem antes se faz discípulo; só pode guiar quem antes, humildemente, se deixa ser guiado. Disto se percebe que a virtude da humildade, longe de rebaixar a pessoa, exalta-a, porque lhe dá o espírito necessário para ser líder e guia dos demais: "Todo discípulo bem formado", com efeito, "será como o Mestre", que se humilhou até ao extremo para que nós, que nada somos, nos tornássemos filhos do Altíssimo.

Peçamos hoje a Deus que nos introduza na luz da verdade e nos conceda, por sua bondade infinita, a humildade de que precisamos para, santificando-nos nEle, atrairmos para o amor de Cristo uma multidão de outras almas. No final de nossa oração, dirijamos o olhar à Virgem Santíssima, que, por fazer-se escrava do Senhor, mereceu tornar-se Rainha do Céu e Mãe de todos os cristãos.


Espelho completo e corrigido do link com os textos, áudio transcritos, bibliografias e referências:
https://padrepauloricardo.org/episodios/a-cegueira-dos-hipocritas