10/09/2016

323. Sábado da 23.ª Semana do Tempo Comum (P) - A casa construída sobre a rocha

A casa construída sobre a rocha
Casa sobre a rocha

Em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo. Amém.

Meus queridos irmãos e irmãs, com a parábola da casa construída sobre a rocha, Nosso Senhor Jesus Cristo conclui o seu sermão da planície, nos colocando a necessidade de nós colocarmos em prática, a palavra Dele. Como que nós podemos interpretar esta parábola?

Bom, nós podemos interpretar esta parábola com duas chaves; uma chave moralista, que não é a interpretação correta. E aquilo que é verdadeiramente a visão espiritual da Igreja, onde a pessoa age á partir da graça.Vamos então, primeiro, ver a chave moralista, aquilo que não deve ser.

Numa chave moralista, Nosso Senhor Jesus Cristo acaba de fazer uma série de ensinamentos, ensinamentos desafiadores, ensinamentos novos, belíssimos, mas que estão muito acima de nossa capacidade. Nós somos esmagados pelos ensinamentos do evangelho. Porque olhamos para o nosso egoísmo, para nossa miséria e depois olhamos para o ideal, apresentado pelo Cristo, e dizemos, misericórdia, eu não dou conta, e aquilo nos esmaga. É assim que muita gente lê, o evangelho. O ideal, inatingível. E assim, para que as pessoas não fiquem esmagadas debaixo do ideal evangélico, você começa á adocicar as coisas, contemporizar, e adaptar o evangelho ás necessidades de cada um. No entanto, não é esta a chave através da qual nós lemos a palavra de Deus. Não é o moralismo. Pelo contrário, é a ação da graça de Deus.

Todo ser humano diante deste ideal evangélico apresentado pelo Cristo, no sermão da planície, se sente pequenino, muito pequeno, e incapaz de colocar tudo isso em prática. Mas, se nós pedirmos, a graça de Deus, se nós deixarmos a graça de Deus agir, esta graça de Deus que vem á nós através da fé, nós iremos encontrar uma verdade maravilhosa, aquela verdade que diz São Paulo na carta aos romanos, o evangelho, é força de Deus, para aquele que crê.

Se nós dissermos diante do Cristo, Senhor, eu não sou capaz de Vos amar, eu não dou conta de Vos amar, mas Vós quereis me dar a graça de amar, e eu humildemente me coloco aqui, pedindo, suplicando, mendigando a Vossa graça. Assim, você estará fundando a sua casa sobre a rocha. A rocha firme, não de uma vontade humana, com um estoicismo, um moralismo pujante, mas através da humildade de quem sabe que a nossa rocha firme, é o próprio Cristo. É Ele que vai nos tornar capazes de viver nesta casa que não é abalada pelas tempestades.

Meus queridos, o evangelho é o evangelho da graça, e por isso mesmo é o evangelho do amor, porque nós egoístas, não somos capazes de amar, mas pela graça que transforma, o Cristo ama em nós. Quem é o homem prudente que constrói a sua casa sobre a rocha? Não sou eu, não é você, só posso dizer, este homem é o Cristo. É Ele! Porque quando Cristo fez o seu sermão da planície, o que Ele fez foi descrever o Seu Coração. Foi dizer com que amor, Ele nos ama, e com que amor, Ele continuará nos amando, quando transformando nosso coração, nós pudermos dizer, "Vivo, mas não sou mais eu, é o Cristo que vive em mim". Eis ai o processo. Eis ai o caminho.

Entrar numa vida de oração, que vai nos transformando, e nos torne capazes de amar Deus no irmão. O próprio São João da Cruz nos recorda isto, todo mundo que entra na vida espiritual sabe qual é o segredo de ver, se aquela vida espiritual é verdadeira, se aquela pessoa está verdadeiramente no mundo espiritual, ou está simplesmente no mundo das suas fantasias, sem consistência. É o amor ao próximo, esse é o sintoma maior, se a sua vida mudou, é porque a sua vida de oração é verdadeira.

Reze, peça a graça, a vida de oração, se for verdadeira, irá mudar completamente sua vida, e você poderá pôr em prática. Porque já não será mais você, mas o Cristo, que vive em você.

Deus abençoe.

Em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo. Amém.

Acima texto transcrito do vídeo:

Texto do site:

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc 6, 43-49)


Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Não existe árvore boa que dê frutos ruins, nem árvore ruim que dê frutos bons. Toda árvore é reconhecida pelos seus frutos. Não se colhem figos de espinheiros, nem uvas de plantas espinhosas.

O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração. Mas o homem mau tira coisas más do seu mau tesouro, pois sua boca fala do que o coração está cheio. Por que me chamais: 'Senhor! Senhor!', mas não fazeis o que eu digo?

Vou mostrar-vos com quem se parece todo aquele que vem a mim, ouve as minhas palavras e as põe em prática. É semelhante a um homem que construiu uma casa: cavou fundo e colocou o alicerce sobre a rocha. Veio a enchente, a torrente deu contra a casa, mas não conseguiu derrubá-la, porque estava bem construída.

Aquele, porém, que ouve e não põe em prática, é semelhante a um homem que construiu uma casa no chão, sem alicerce. A torrente deu contra a casa, e ela imediatamente desabou; e foi grande a ruína dessa casa".

Pôr em prática o Evangelho é um dever de todo cristão, mas não um dever esmagador, que parece impor-lhe um ideal de perfeição inatingível. O fiel, para sê-lo de coração, conta com a graça sobrenatural de Deus, que nos eleva acima de nossa pobre natureza e nos dá a capacidade de O amarmos com o amor com que Ele quer ser amado.

O Senhor não nos pede, pois, uma rigidez moralista, de verniz por assim dizer estoico e quase pelagiano; antes, pede-nos docilidade e mansidão, para que, como filhos confiantes, nos deixemos guiar por sua mão paterna. Porque é Ele, e não a vontade ou forças humanas, que é o rochedo firme sobre o qual o próprio Cristo construirá a nossa casa, quer dizer, transformará o nosso coração num coração cristão, no qual é o mesmo Jesus quem vive e habita. 

Peçamos, portanto, ao nosso Amado que nos torne dóceis às suas inspirações e, introduzindo-nos na vida de oração, nos ajude a viver com fidelidade o seu Evangelho de amor e autodoação.


Espelho completo e corrigido do link com os textos, áudio transcritos, bibliografias e referências:
https://padrepauloricardo.org/episodios/a-casa-construida-sobre-a-rocha